Será o óleo de copra saudável e natural?

Para que cada óleo de coco serve?

Como escolher o melhor óleo de coco para suas necessidades?

O óleo de copra começou a ser produzido no Brasil a pouco tempo e por isso há muita informação não revelada ao consumidor que por não entender acaba consumindo um produto prejudicial à saúde, a pele e ao cabelo acreditando ser natural.

Vamos ao que você deve saber sobre o óleo de coco que está consumindo:

Qual a importância da plantação?

O óleo de coco premium é cultivado sem o uso de pesticidas e não foi geneticamente modificado. É sempre melhor optar pelo premium, devido a ausência de fertilizantes durante o processo de cultivo ou outras aplicações pós-colheita.
O óleo de coco orgânico também é livre de agrotóxicos prejudicais para sua saúde, mas na maioria das vezes contém adição de produtos químicos após a extração, tome cuidado com isso.

Então nosso primeiro alerta é: Sempre que possível, opte por um óleo de coco premium.

Qual a diferença entre os cocos?

O coco é uma fruta que possui longa durabilidade e por isso passa por várias fases, o que nos leva a achar que são diferentes tipos de coco, mas são apenas cocos novos ou cocos velhos.

O óleo de coco premium é feito com o coco em sua fase mais fresca, isso significa que será necessário maior quantidade de matéria prima para fazer óleo de coco. Pela necessidade de 2x mais cocos, seu valor também é mais elevado. Porém é o mais puro e saudável.

O óleo de coco premium também é o preferido de todos pelo seu aroma e sabor suave, além de ser o mais indicado para utilização nos cuidados de beleza, pois possui uma textura de altíssima absorção.

O óleo de coco também pode ser feito através da copra, isso significa que será produzido com o coco velho, deixado secando no sol ou em fornos de alta temperatura por dias ou até meses. Quanto mais velha a copra, maior quantidade de óleo de coco é possível produzir e de forma mais barata. Porém a sua qualidade é baixa, seu cheiro forte e rançoso, muitas vezes enjoativo e menos nutritivo.

A extração de óleo de copra requer equipamentos de grande escala, de alta pressão. Por causa da baixa qualidade é necessário refinamento, branqueamento e desodorização para criar um produto comercialmente aceitável, adicionando assim produtos extremamente tóxicos que devem estar o mais longe possível de nosso corpo e nossa saúde.

Portanto, um óleo de copra orgânico nem sempre é 100% livre de agrotóxicos, pois eles podem ter sido adicionados posteriormente, o que os torna ainda mais prejudiciais.

Sendo assim, nosso segundo alerta é: Evite óleo de copra e sempre prefira óleo de coco premium feito com cocos frescos.

Resumindo:

Escolha bem o óleo de coco que irá aplicar em sua pele, seu cabelo ou ingerir. Por ser um produto novo no Brasil há muitas informações não reveladas ao consumidor que acaba se enganando com um produto totalmente industrializado achando ser natural. O melhor óleo de coco é produzido em baixa escala e tem custo mais elevado, suspeite de óleo de coco barato e em abundância.

Ainda tem dúvidas sobre os diferentes tipos de óleo de coco? Ficaremos felizes em ajudar em atendimento@naturindia.com.br

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho